Bruno Fernandes/Luís Antero - Casa Sonora (GFR, 108)


01. Casa Sonora (Bruno Fernandes) (20:12)

02. Casa Sonora (Luís Antero) (37:04)

No âmbito do evento Letra & Música, produzido pelo Clube dos Tipos em parceria com o Jazz ao Centro Coimbra, que decorreu em Coimbra, no Salão Brazil, a 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2016, realizei uma série de gravações sonoras de campo, em formato oficina, com o propósito final de produzir um peça sonora denominada Casa Sonora e que aqui se apresenta. 

Estas oficinas tiveram a participação de outros artistas sonoros e público em geral, sendo depois convidados a trabalharem artísticamente as suas gravações ou a cederem as mesmas para que pudessem ser trabalhadas. O resultado são as duas peças agora disponíveis, uma da minha autoria e outra da autoria do Bruno Fernandes, a partir das gravações que o mesmo realizou.

Um muito obrigado ao Bruno, por ter aceitado o desafio, à Joana Monteiro pela produção do evento e ao JACC por nos ter deixado deambular pela 'casa sonora' Salão Brazil.

Luís Antero

março 2017

Dr. James Kent - Red Rocks (GFR, 107)


Red Rocks (2011-2013)

Red Rocks (2011-2013) is the abstract reconstruction that I utilise to immerse myself back into a place once cherished and visited by my family, most of whom are not here anymore. Now as I fill in my recounted adolescence through Red Rocks (2011- 2013)and the perceived static position in my timeline that appears every time I walk across the sandstone outcrop looking out to Hilbre Island, I attempt this time to capture my resonant past with a recorder. Time separating visits; but the repetition of space and time, time and space still appears the same as if to draw me back and recount journeys travelled and time spent. Returning to a landscape fills my audible mind as an adult with happy carefree times and when I write about this time nothing compares to the actual space and time presence. As I sat recording Red Rocks (2011-2013) sensations became apparent once again; salty air, cold air piercing my clothes, water numbing my fingers and the expanse of the Irish Sea meeting the Dee Estuary. However, as the final recording on Red Rocks (2011-2013) suggests, Shells (0:49), rings a note of remembrance for a man who once sat as a child listening and cracking together the hollow shaft of the shells.

Dr. James Kent


 

 
Make a Free Website with Yola.